Recomendações para Pais/Encarregados de Educação no regresso à escola e acompanhamento ao longo do ano letivo

foto1

Agrupamento de Escolas de Arronches

 

 

 

Contador de visitas

751864
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última semana
Este mês
Último mês
Todos os dias
148
461
1923
747089
1140
14379
751864

Your IP: 3.236.156.32
2020-12-03 07:12

Devido à atual Pandemia, este não será um ano de todo normal para nenhum elemento da comunidade educativa.

É “natural que pais e educadores possam experienciar uma variedade de sentimentos (às vezes aparentemente opostos, tais como alívio e preocupação, culpa e confiança, face ao regresso à escola.” (Ordem dos Psicólogos). Desta forma, a Ordem dos Psicólogos em conjunto com a UNICEF Portugal criaram para toda a comunidade educativa um conjunto de recomendações para seguir neste ano letivo, dando especial relevância ao bem-estar emocional das crianças/jovens e suas famílias.

Partilhamos convosco algumas dessas recomendações:

  • Reconheçam e identifiquem em vocês próprios e na criança/jovem receios e sentimentos de ansiedade através do diálogo, incentivando as crianças/jovens a expressarem as suas emoções e assegurando-lhes que é natural ter sentimentos diversos nesta situação;
  • Conversem diariamente com a criança/jovem sobre como foi o dia na escola e sobre o que a preocupa, mas também sobre o que deseja no regresso em cada dia, ajudando-a a antecipar os aspectos positivos;
  • Sintam e transmitam confiança na escola, mostrando que todas as pessoas na escola farão os possíveis para manter crianças e adultos seguros;
  • Reforcem sempre o papel da criança/jovem em manter-se saudável a si e aos outros, ensinando-lhe regras de higiene e etiqueta respiratória;
  • Ajustem as rotinas em casa às rotinas letivas (horário de deitar, período de estudo, preparar a mochila e a roupa para o dia seguinte, etc.);
  • Participem e cooperem ativamente no processo educativo da criança/jovem, mantendo uma relação próxima e informada com os professores e outras pessoas de referência da escola, conhecendo as medidas de suporte à aprendizagem e apoiando a implementação dessas medidas;
  • Mantenham-se sempre em comunicação com a escola, transmitindo ao Diretor de Turma todas as informações sobre a criança/jovem, nomeadamente, as necessidades, recursos e barreiras que a criança/jovem sente no percurso educativo;
  • Estabeleçam expectativas e objectivos elevados, mas realistas e razoáveis acerca do desempenho académico da criança/jovem. Comuniquem-lhe que acreditam no seu potencial;
  • Mostrem-se sempre disponíveis para ouvir a criança/jovem, tentando compreender as suas facilidades e dificuldades, as suas preocupações e medos;
  • Apoiem a realização das tarefas escolares, procurando contribuir para a autonomia e autorregulação da criança/jovem no seu processo educativo;
  • Estejam atentos a sinais de alerta de comportamentos de risco;
  • Conversem sobre bullying e cibersegurança;
  • Recorram ao apoio especializado da Psicóloga Escolar e da Educadora Social, na gestão da ansiedade, stresse ou de outras dificuldades emocionais, comportamentais e sociais, sempre que sentirem necessidade.

(Ordem dos Psicólogos e UNICEF Portugal( 2020), COVID-19 – Regressar à escola em tempo de pandemia: recomendações para pais e cuidadores, directores e professores)

Biblioteca Escolar

Biblioteca livros

radio